logo

Base de dados:
OHS-PrimRHS
Pesquisar:
SERVICOS DE INTEGRACAO DOCENTE-ASSISTENCIAL []
Referências encontradas:
Mostrando:
1 .. 14   no formato [Detalhado]
página 1 de 1
  1 / 14
OHS-PrimRHS
selecionar
Id:459 - (734)
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Autor:Chaves, Mário M; Ferreira, José Roberto; Pulido M., Pablo A; Rondon Morales, Roberto;Kisil, Marcos
Título:Cambios en la educación medica: un analisis de la integración docente asistencial en America Latina^ies Changes in medical education: an analysis of teaching care integration in Latin America-
Fonte:s.l; FEPAFEM; 1984. 161 p. .
Resumo:A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), a Fundação Kellogg e FEPAFEM concordaram em realizar um programa conjunto para estudar os resultados obtidos por estas três instituições em uma série de projetos dentro do conceito genérico de "inovadores". Foi propósito comum relacionar, tanto quanto possível, "educação médica" com "serviços de saúde", principalmente a nível de cuidados primários. Este programa, que foi chamado pela sigla PROAIDA, foi desenvolvido em várias fases, a saber: a) a identificação de projetos a nível nacional que foram objeto de análise; b) visitas a esses projetos para observar e executar entrevistas guiadas dedicadas para verificar a informação de que já havia sido obtido pela análise da documentação pertinente; c) realizar pré-seminarios envolvendo planejadores, implementadores e avaliadores de projetos; d) a realização de seminários em todo o país e por fim, e) apresentação das conclusões nesses seminários nacionais^ipt.
Descritores:Educação Médica/tndd
Serviços de Integração Docente-Assistencial
Saúde Pública/eucc
Serviços de Saúde/tndd
Saúde Pública/tndd
Bolívia
 Brasil
 Colômbia
 Jamaica
 México
 Nicarágua
 Panamá
 Venezuela
Localização:BR1273.1; OHS/ORH - I-01 - 001

  2 / 14
OHS-PrimRHS
selecionar
Id:299 - (478)
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Autor:Brasil. Ministério da Saúde*.
Título:Programa Nacional de Serviços Básicos de Saúde - PREVSAÚDE^ipt ..-
Fonte:Brasília; s.n; 25 ago. 1980. 141 p. ^btab, ^bquadros.
Resumo:Versão preliminar do Anteprojeto do PREVSAÚDE, preparado pelo Grupo Técnico Interministerial para apreciação da CIPLAN e Ministérios; circulação restrita^ipt.
Descritores:Desenvolvimento de Pessoal
Recursos Humanos em Saúde
Serviços Básicos de Saúde
Políticas, Planejamento e Administração em Saúde
Serviços de Integração Docente-Assistencial
Programas e Projetos de Saúde
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Promoção da Saúde
Descentralização
Desenvolvimento de Programas
Localização:OHS/ORH - E-01 - 016

  3 / 14
OHS-PrimRHS
selecionar
Id:298 - (477)
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Autor:Brasil. Ministério da Saúde; *.Brasil. Ministério da Educação e Cultura; *.Organização Pan-Americana da Saúde*.
Título:PPREPS - Programa de Preparação Estratégica de Pessoal de Saúde: programa de trabalho^ipt ..-
Fonte:Brasília; s.n; jun. 1976. 84 p. ^btab, ^bquadros.
Resumo:O Programa de Preparação Estratégica de Pessoal de Saúde, criado em 1975, é um esforço do Ministério da Saúde com colaboração direta do Ministério da Educação e Cultura e da Organização Panamericana da Saúde, visando promover a adequação da formação de pessoal de saúde (quantitativamente e qualitativamente) às necessidades e possibilidades dos serviços através de uma progressiva interação das atividades de formação na realidade do Sistema de Serviço de Saúde. Descreve os elementos de política e estratégia gerais adotados e as características particulares do PPREPS, apontando as responsabilidades; organização e funcionamento; instrumentos de ação; articulação com instituições e programas relacionados; esquema geral de financiamento; plano e ação e programa preliminar. Contém como anexos: Minuta de Regimento da Comissão de coordenação; Projeto de Treinamento; Projeto Docente-Assistencial; Minuta Básica de Convênio e Acordos^ipt.
Descritores:Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Sistema de Assistência Médica
Formação em Saúde
Acordos de Cooperação para a Formação
Acordos de Cooperação Científica e Tecnológica
Políticas, Planejamento e Administração em Saúde
Avaliação de Recursos Humanos em Saúde
Recursos Humanos em Saúde
Serviços de Integração Docente-Assistencial
Meio Eletrônico:http://observatoriohistoria.coc.fiocruz.br/lildbi/docsonline/ProgPrepEstratPessoal1976_ID637.pdf
Localização:OHS/ORH - E-01 - 001

  4 / 14
OHS-PrimRHS
selecionar
Id:281 - (460)
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Autor:Associação Brasileira de Educação Médica
Título:Integração docente-assistencial^ipt Teaching-assistance integration-v.6
Fonte:s.l; Associação Brasileira de Educação Médica; 1983. 88 p. .
ProjetoFederación Panamericana de Asociaciones de Facultades (Escuelas) de Medicina; . Organização Pan-Americana da Saúde; . Fundação W.K. Kellogg. Programa de Análise da Integração Docente-Assistencial (PROAIDA).
Resumo:Discute os problemas da integração docente-assistencial na implementação de estratégias de transformação e mudança da educação médica e da prestação de serviços à saúde em reuniões realizadas no Brasil, no México e na Colômbia. O produto desse encontro é a base da declaração latino-americana relativa à integração docente-assitencial^ipt.
Descritores:SERVIÇOS DE INTEGRAÇÃO DOCENTE-ASSISTENCIAL
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Recursos Humanos em Saúde
Formação de Recursos Humanos
BRASIL
Meio Eletrônico:http://observatoriohistoria.coc.fiocruz.br/lildbi/docsonline/associa_Bras_de_Educ_Medica_1983_ID 619.pdf
Localização:OHS/ORH - E-01 - 014

  5 / 14
OHS-PrimRHS
selecionar
Id:279 - (458)
Autor:Vidal, Carlos A; Quiñones, José.
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Título:Integración docente-asistencial^ies / Teaching care integration
Fonte:Educación Medica y Salud;20(1):1-25, 1986. .
Resumo:El artículo constituye una amplia revisión de las bases conceptuales de la integración docente-asistencial, el proceso histórico de la misma y de los programas que funcionan en los países de las Américas. El análisis de las distintas definiciones y usos del concepto y de la actividad permite llegar a la siguiente definición: "La integración docente-asistencial es un proceso de creciente articulación entre instituiciones de educación y de servicios de salud para: mejorar la atención de salud y orientar la producción de conocimientos y la formación de personal, tomando como base el perfil epidemiológico de una determinada región y grupo de población. Este processo de educación permanente se produce en el trabajo y por su misma energía es capaz de transformarlo". En esta definición se encuentran los elementos comunes a todas las que se han utilizado: proceso y articulación entre instituiciones de educación y de servicios de salud y los objetivos correspondientes. Se sintetiza brevemente la historia del proceso en el Viejo Mundo, se tratan con mayor extensión las etapas de mismo en las Américas y, a continuación, se precisan las posiciones que ha ido asumiendo la Organización Panamericana de la Salud desde 1963. En la actualidad se hace hincapié en la cooperación técnica que se presta en las diferentes facetas del proceso: desarrolo institucional y programático, supervisión de programas, establecimiento de criterios y prioridades para la investigación, utilización del personal, etc. El artículo finaliza explicitando los mecanismos de interrelación (formales, informales, operativos y de decisión política), analizando los distintos campos, prática y cobertura que ha abarcado este proceso y llegando a la conclusión de que la integración docente-asistencial ha sido esencial en la formación del estudiante al ponerlo en contacto con la realidad local y general de su país e incorporarlo al trabajo en el servicio. (AU)^ies.
Descritores:SERVIÇOS DE INTEGRAÇÃO DOCENTE-ASSISTENCIAL
AMÉRICA LATINA
Meio Eletrônico:http://hist.library.paho.org/Spanish/EMS/6913.pdf
Localização:OHS/ORH - C-02 - 015

  6 / 14
OHS-PrimRHS
selecionar
Id:274 - (453)
Autor:Rangel, Maria Ligia; Vilasboas, Ana Luiza.
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Título:Rede Unida: breve histórico, concepção, organização e estratégias de ação^ipt.
Fonte:Divulg. saúde debate;1(12):15-18, 1996. .
Resumo:A Rede UNIIDA (União Universidade Unidade e Integração Docente-Assistencial) é oriunda do processo de amadurecimento das experiências da rede IDA e do Projeto UNI, desenvolvidas no Brasil desde as décadas de 70 e 90, respectivamente. Relata a maneira como foi concebida a forma de atuação e como está organizada. Conclui que a Rede UNIIDA inicia a sua construção, na expectativa de ampliar o seu papel social agregando novos parceiros, que compartilhem o desejo de promover mudanças nos modelos de ensino e de atenção a saúde no Brasil (MMSC)^ipt.
Descritores:Serviços de Integração Docente-Assistencial
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Formação de Recursos Humanos
Assistência à Saúde
 Participação Comunitária
 Educação Médica
Localização:OHS/ORH C-04 - 005

  7 / 14
OHS-PrimRHS
selecionar
Id:262 - (441)
Autor:Campos, Francisco Eduardo de; Ferreira, José Roberto; Feuerwerker, Laura; Sena, Roseli Rosangela de; Campos, João José Batista; Cordeiro, Hésio; Cordoni Junior, Luís.
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Título:Caminhos para aproximar a formação de profissionais de saúde das necessidades da atenção básica^ipt / Ways the attune training of health professionals with basic health care needs
Fonte:Revista Brasileira de Educação Médica;25(2):53-59, maio/jun. 2001. .
Resumo:A partir da consideração de que o Sistema Único de Saúde, por mandato constitucional, deveria “ordenar” o processo de formação profissional na área da saúde e com base na importância da força de trabalho que ele absorve, os autores exploram as possibilidades de integração do processo de aprendizagem à rede de serviços de saúde. Na busca de reorientar a formação, tratam de estimular uma atuação interdisciplinar multiprofissional por meio da construção de um novo modelo pedagógico que equilibre a excelênciatécnica e a relevância social, com métodos de ensino-aprendizagem centrados no aluno e desenvolvidos como processo permanente, com base nas relações de parceria da universidade com os serviços de saúde, com a comunidade, com as entidades e outros setores da sociedade civil. Os autores propõem um sistema de incentivos às instituições de ensino superior, visando maior sintonia com o paradigma da integralidade. Para isto, estabelecem um mecanismo de acompanhamento classificatório que congrega os distintos eixos de um processo de mudança da organização de uma instituição de ensino na direção proposta, que incluem: a orientação teórica predominante na instituição, a abordagem pedagógica e os cenários de práticas, cada um deles abrindo-se em três vetores que marcam o grau de avanço nas mudanças em curso. Com isto, conformam uma tipologia e um “perfil radial de avaliação” da tendência a alcançar o paradigma proposto.Não se avalia com este instrumento a qualidade da instituição ou do programa, senão sua posição em relação ao SUS.- Sistemas de Saúde;- Integração docente-assistencial^ipt.
Descritores:Educação Médica
Sistemas de Saúde
Serviços de Integração Docente-Assistencial
Formação de Recursos Humanos
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Sistema Único de Saúde
 Brasil
Meio Eletrônico:http://www.epidemio-ufpel.org.br/proesf/biblio/Campos%202001.pdf
Localização:OHS/ORH - C-04- 006

  8 / 14
OHS-PrimRHS
selecionar
Id:249 - (428)
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Autor:Brasil. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria da Educação Superior*.
Título:Relatório do grupo interministerial de recursos humanos para a saúde^ipt Report of interministerial group on health manpower-
Fonte:Brasília; s.n; 1981. 55 p. ^btab. (Série Cadernos de Ciências da Saúde, 4).
 (Série Cadernos de Ciências da Saúde, 4).
Resumo:Analisam-se fatores que influenciam a formação profissional de recursos humanos na área de saúde, e correlatamente uma avaliação dos serviços de saúde no país. Apresentam-se, também, recomendações visando uma melhor utilização desses profissionais em um sistema nacional de ações de saúde, que são as seguintes: a) criação de mecanismos eficazes de coordenação e articulação; b) hierarquização e regionalização das ações de saúde e ; c) uma definição clara e precisa das áreas de atuação dos setores públicos e privados. Salienta-se a preocupação quanto a profissionalização dos recursos humanos para a área da saúde, reestruturação da carreira sobretudo dos docentes médicos, institucionalização de programas de educação permanente e a criação de uma comissão nacional de recursos humanos para a saúde^ipt.
Descritores:SERVIÇOS DE INTEGRAÇÃO DOCENTE-ASSISTENCIAL
ASSISTÊNCIA À SAÚDE
RECURSOS HUMANOS EM SAÚDE
QUALIDADE DA ASSISTÊNCIA À SAÚDE
 POLÍTICA DE SAÚDE
 BRASIL
Meio Eletrônico:http://observatoriohistoria.coc.fiocruz.br/lildbi/docsonline/BrasilMin_EduCult1983_ID_582.pdf
Localização:OHS/ORH - E-01 - 007

  9 / 14
OHS-PrimRHS
selecionar
Id:248 - (427)
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Autor:Brasil. Ministério da Educação e Cultura*.
Título:Programa de Integração Docente Assistencial - IDA^ipt ..-
Fonte:Brasília; MEC/SESu; 1981. . (Série Cadernos de Ciências da Saúde, 3).
 (Série Cadernos de Ciências da Saúde, 3).
Resumo:Define o Programa de Integração Docente-Assistencial (IDA)e seus objetivos. Descreve o conceito de IDa, detalhando as características e suas metas. Relata o Programa de Trabalho desenvolvido pela Secretaria de Ensino Superior - MEC em colaboração com o Grupo de Acordo OPS/MS/MEC/MPAS e suas etapas. Defini algumas condições e critérios para a elaboração uniforme desses projetos e finaliza enfatizando que a avaliação do Programa será a resultante do somatório das metas atingidas pelos projetos^ipt.
Descritores:Serviços de Integração Docente-Assistencial
Desenvolvimento de Programas
Administração em Saúde Pública
Formação de Recursos Humanos
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Recursos Humanos em Saúde
Políticas, Planejamento e Administração em Saúde
Política de Educação Superior
Brasil
Meio Eletrônico:http://observatoriohistoria.coc.fiocruz.br/lildbi/docsonline/Brasil_Min_EduCult1981_ID581.pdf
Localização:OHS/ORH - E-01 - 006

OHS-PrimRHS
selecionar
Id:228 - (407)
Autor:Rocha, Juan Stuardo Yazlle.
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Título:A integração docente assistencial na educação médica no Brasil^ipt.
Fonte:Revista Brasileira de Educação Médica;9(3):198-206, set.-dez. 1985. .
Resumo:Aborda a questão da Integração Docente Assistencial na educação médica descrevendo o seu desenvolvimento no Brasil. Analisa e avalia as implicações da IDA nas diretrizes da educação médica; relata sobre a questão da separação entre docência e trabalho e o problema da integração docência-serviço. Conclui que é necessário considerar a escola médica não apenas como um aparelho formador, mas em suas instâncias fundamentais de assistência, ensino e investigação. Finaliza anunciando que o trabalho de reorganização e estruturação de um novo modelo assistencial requer a participação de todas as áreas docentes, pricipalmente as que lidam com a saúde coletiva e suas disciplinas fundamentais^ipt.
Descritores:EDUCAÇÃO MÉDICA
SERVIÇOS DE INTEGRAÇÃO DOCENTE-ASSISTENCIAL
BRASIL
Localização:OHS/ORH - C-01- 002

OHS-PrimRHS
selecionar
Id:221 - (400)
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Autor:Marsiglia, Regina Giffoni
Título:Relação ensino/serviços: dez anos de integração docente-assistencial(IDA) no Brasil^ipt Relation training and services-
Fonte:São Paulo; Hucitec; 1995. 118 p. .
Resumo:Apresenta um panorama abrangente das idéias e propostas que marcaram o movimento de integração docente-assistencial (IDA), desde as suas origens até o mais recente desdobramento em torno da noção de redes e subredes de projetos no Brasil. Analisa cerca 60 projetos atualmente em desenvolvimento, que torna a rede IDA um grande laboratório de inovações do ensino e principalmente na introdução de novos métodos, técnicas e instrumentos de trabalho no processo de gestão, organização e operação dos serviços de saúde em vários estados e regiões do país^ipt.
Descritores:SERVIÇOS DE INTEGRAÇÃO DOCENTE-ASSISTENCIAL
EDUCAÇÃO MÉDICA
Ação Intersetorial
BRASIL

OHS-PrimRHS
selecionar
Id:210 - (389)
Autor:Feuerwerker, Laura Camargo Macruz; Marsiglia, Regina.
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Título:Estratégias para mudanças na formação de RHs com base nas experiências IDA/UNI^ipt.
Fonte:Divulg. saúde debate;(12):24-28, jul. 1996. .
Resumo:Apresenta breve histórico da evolução no ensino na área da saúde no Brasil, partindo do Modelo Flexneriano implantado na década de 40, passando ao modelo de Medicina Integral nos anos 50. Na década de 70 teve início um processo de discussão sobre o Sistema de Saúde no Brasil, o qual apontou problemas na formação de recursos humanos e necessidade de integração entre ensino e saúde. Em consequência, surge nos anos 80 a Integração Docente Assistencial, e nos anos 90 o Projeto UNI, que poderá ser decisivo no processo de mudança na educação dos profissionais de saúde (MMSC)^ipt.
Descritores:Desenvolvimento de Pessoal
Serviços de Integração Docente-Assistencial
Recursos Humanos em Saúde
Relações Interinstitucionais
Educação Médica
Localização:OHS/ORH - C-04- 007

OHS-PrimRHS
selecionar
Id:202 - (381)
Autor:Chaves, Mário M.
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Título:Algumas reflexões sobre IDA: antecedentes do ideário UNI^ipt / Reflexions about teaching care integration: preceding Project UNI
Fonte:Divulg. saúde debate;(9):5-9, ago. 1994. .
Resumo:Aborda a rede IDA-Brasil e os projetos que a compõem, englobando as mudanças que ocorreram desde a implantação dos programas até os dias de hoje, com maior participação da comunidade, e o programa UNI^ipt.
Descritores:SERVIÇOS DE INTEGRAÇÃO DOCENTE-ASSISTENCIAL
COBERTURA DE SERVIÇOS DE SAÚDE
ESTRATÉGIAS MUNDIAS
 PARTICIPAÇÃO COMUNITÁRIA
 ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE/tend
 SISTEMAS LOCAIS DE SAÚDE
Localização:OHS/ORH C-04- 008

OHS-PrimRHS
selecionar
Id:201 - (380)
Autor:Campos, Francisco Eduardo de.
Base de Dados:OHS-PrimRHS
Título:O sistema integrado de prestação de serviço de saúde do Norte Minas Gerais como espaço de atuação acadêmica^ipt.
Autor:Fleury, Sonia
Título:Projeto Montes Claros: a utopia revisitada^ipt ..-
Fonte:Rio de Janeiro; Abrasco; 1995. 262 p. .
Resumo:Descreve o movimento estudantil em Belo horizonte no início da década de 70 e os primeiros momentos de implementação do Internato Rural da Faculdade de Medicina da UFMG, implementado a partir de 1978, buscando entendê-lo dentro do contexto do que foi a experiência de Montes Claros^ipt.
Descritores:Escolas Médicas
Serviços de Integração Docente-Assistencial
Educação Médica
Reforma dos Serviços de Saúde
Políticas, Planejamento e Administração em Saúde
Política de Educação Superior
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Integração de Sistemas
Desenvolvimento de Pessoal
Brasil
 Sistemas de Saúde



página de

Base de dados  imRHSrimRHS : Formulário avançado

   
Pesquisar:
no campo:
 
1     
2   
3